quarta-feira, 1 de abril de 2009

Pequena nota...

A isenção necessária para a abertura de uma discussão frutífera há que abrir espaço para tudo o que for publicado. Simplesmente nos isolarmos de tudo o que vai de encontro às nossas convicções e sentimentos não amenizará a ação do diabólico entre nós. A menos que cheguemos ao limítrofe, como no caso da propalada matéria da Veja, é nosso dever, sim, como comprometidos que somos com o ministério do Padre Fábio de Melo, abrirmos nossos olhos aos muitos devaneios midiáticos e estabelecermos discursos corretos, que nos são possíveis, a partir de instâncias erradas a que não podemos controlar.

Uma das funções deste espaço é funcionar como um clipping eletrônico que contenha o máximo possível de matérias publicadas sobre o trabalho do sacerdote. O que aqui é publicado não expressa diretamente a opinião do blog, mas se impõe como local de livre acesso para que saibamos exatamente o que está sendo dito, pensado e, até mesmo, tramado contra a nossa Igreja e/ou seu presbiterado. As opiniões do Blog manifestar-se-ão em posts diversos claramente identificados ou em seus comentários.

Vale lembrar: este Blog é independente e NÃO tem nenhuma relação direta com o Padre Fábio de Melo, que apenas sabe de sua existência e de tudo o que aqui é publicado. Tenho-o como uma homenagem, como uma forma de evangelizar e como fonte de consulta para todos os que, como eu, admiram o seu trabalho e têm sua missão como fonte de luz e caminho para o coração de Jesus.

Peço perdão a todos os que, ao longo do caminho, tenham se sentido de alguma forma atingidos ou prejudicados por erros cometidos na intenção de acertar.

E obrigada... a todos os que compartilham comigo esse sonho e realização. Obrigada a todos os que, através deste espaço, formaram uma grande família que passou a fazer parte de minha vida de maneira concreta e especial. Obrigada a todos os que colaboram com sugestões, críticas ou com seus testemunhos. Obrigada por tudo o que tenho crescido ao longo desses meses.

Especialmente... obrigada, Padre Fábio... pelas palavras de um fraterno carinho, pelos motivos que me trouxeram até aqui e por tudo o que tenho recebido através do seu sim.
Carla Balthazar

3 comentários:

  1. Carlinha, perfeito seu texto.
    Vc tem o dom da palavra, muito bonito o seu trabalho.
    Parabéns por tudo.
    Como diz o Padre Marcelo és uma formiguinha de Jesus.
    Evangelhizar sempre....

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelo carinho, amada.
    Acolha este espaço como seu, também.
    Conto com vc!

    Gde Bjo!

    ResponderExcluir
  3. cantinho da bagunça2 de abril de 2009 18:15

    OI CARLA,TAMBEM ACOMPANHO O SEU BLOG E A ADMIRO MUITO.O PADRE FABIO É MUITO MAIS QUE A SUA PRESENÇA FISICA,ELE NOS ALIMENTA A ALMA.COMO ELE MESMO JA NOS DISSE,TEMOS QUE SER MUITO MAIS QUE UM TECIDO DE CARNAVAL,QUE SO DURA AQUELES DIAS E DEPOIS JOGAMOS FORA,PORQUE NAO TEM AVESSO NAO SUSTENTA.A SUA FÉ O SEU CARISMA NOS AGREGA E ISSO NOS DÁ SUSTENTO E QUE FICARA PARA SEMPRE EM NOSSOS CORAÇOES.BEIJOS E MUITA PAZ EM SEU CORAÇAO.

    ResponderExcluir